Aliens

Padrão

Sobre as manifestações, não questiono a legitimidade.Já disse, eu perdi a eleição também. Acho que tem muita coisa errada, mas tem no Judiciário e no Legislativo também (vide meu post sobre as relações de poder).

Mas gente pra que essa dualidade toda, se até os pesquisadores confirmam que não existe mais a verdade científica, querer uma única verdade para as ciências  humanas é no mínimo um convite para uma bateção de boca.E o que tenho visto é gente querendo provar a qualquer custo que a sua razão é melhor que a do outro.

Eu estou criando uma metodologia para conversar sobre o tema manifestações.

Primeiro eu pergunto se todos nascemos com iguais condições aqui na Terra Brasilis?

Se a pessoa diz que sim. Ok. Bolsa família é a cachaça do acomodado.

Se não,aí eu peço para olharmos para o silêncio de ontem nas vilas e periferias. Qual o contexto atual? Como era antes das políticas públicas?

Aí vou tentando fazer a pessoa refletir que não tem essa de “eles” ganham sem receber. Eles são credores, meu caro.

Aí a pessoa me diz: eu pago os meus impostos, não devo nada para ninguém.

Trago algumas hipóteses para vermos se realmente não devemos nada:

1-Quem de nós acumulou e não dividiu nem que seja um pouco?

2-Quem de nós se coloca no lugar do outro?

3-Quem só pensa em seu consumo próprio?

Por fim, penso que nascer sem nada ou com muito pouco é o que separa as pessoas. E é bom lembrar que somos todos da mesma raça (sei que tão pedindo intervenção alienígena, mas parece que os caras não tão querendo assumir a gestão de crise daqui não).

É, mas pensando bem, talvez com a revolução dos Aliens, o sentido da palavra humanidade vai ter maior significado.

Anúncios